sábado, 19 de dezembro de 2015

Oh saturday

Despertamos cedo. É sábado mas sinto-o como se de uma segunda-feira se tratasse. Um duche quente, acordar para a vida e para o muito que tenho pela frente. 9h30 e estamos prontos para tomar um daqueles nossos pequenos-almoços, ir ao supermercado, escolher roupa, almoçar, organizar malas e amanhã aqui vamos nós. 

Dizem-nos que está frio por lá. Muito sinceramente? Não estou nem aí. O tempo não está pior do que está aqui no UK certamente.

Os amigos que nos escolheram e que escolhemos para a vida, conversas que se multiplicam ao som das correrias e gargalhadas dos miúdos e graúdos  - somos sempre tantos e ficamos felizes da vida por estarmos todos juntos. Rodeados de quem nos faz e quer bem, será a melhor forma de recuperar energias, carregar baterias e enfrentar mais uns quantos meses, novamente. Gosto. Gosto muito.



sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

2 days to go

Estamos a dois dias de regressar a Portugal. Por aqui aproveita-se cada minuto para começar a preparar o que há para levar na bagagem.

A Olivia adormeceu no meu colo, com a mão agarrada à minha camisola. Ainda dorme e enquanto ela faz esta sesta, eu vou pensando no mais importante e pratico e vou colocando os presentes na mala.

É o último dia de trabalho do M. e para começar bem o fim-de-semana, é noite de pizza. Happy Friday! 


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Do café

Tenho saudades do café português. Esta é, aliás, uma das queixas mais vulgares de quem se muda de Portugal para o mundo: o café não é igual, não sabe ao mesmo. 

Pede-se um café e vem um arsenal de detalhes. O café é para tomar com leite [o nosso galão], com sabor a caramelo, a laranja e a tudo-o-que-possam-imaginar. Existem os expressos é verdade, mas não chegam aos calcanhares de um bom e potente café português.


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Das férias

Depois destas férias de Natal vamos precisar de férias das férias! É sempre assim. Nestas e em qualquer outras.

Andamos sempre numa lufa-lufa de querer fazer tudo e aproveitar tudo e estar com a família toda, que é grande [15 tios do lado meu lado, mais uns quantos do lado do M., avós, mais primos, filhos de primos, amigos chegados e somos meninos para encher meia casa de um Meo Arena]. Jantares com família, jantares com os amigos, compras, visitar amigos que ficaram por visitar da última vez que estivemos por Portugal, etc, etc. Pouco tempo sobra para descansar.

Tenho sempre esta vontade de recuperar os meses em que não estamos juntos. De encarnar o espírito aproveitar-ao-máximo-como-se-não-houvesse-amanhã e as-saudades-que-eu-vou-ter-desta-minha-alegre-família quando regressarmos novamente. Mas isso só lá para o início de Janeiro. Por agora estamos em modo countdown para abraçarmos as melhores pessoas que a vida me deu.




Somos aquilo que comemos

Há uns tempos atrás uma amiga tinha-me falado nesta reportagem assustadora da SIC "Somos o que comemos". Hoje consegui deitar os olhos naquilo que é um verdadeiro problema para a nossa saúde e principalmente para a saúde dos mais pequenos.

A frase que lhe dá título é puramente verdade e sempre me fez sentido [apesar de continuarmos a comer porcarias], acredito que a nossa alimentação vem de casa, daquilo que nos incutiram a comer.

Obviamente que existem excepções. Mas quando os mais pequenos são habituados a comer açúcar com regularidade, dificilmente conseguem ter uma vida saudável e as doenças podem mesmo bater à porta. 

Adoptar um estilo de vida saudável não é difícil e penso que seremos ainda mais felizes [com alguns deslizes pelo meio, mas faz parte].


sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Assiduidade

Achei que, estando em licença de maternidade conseguiria ser mais assídua por aqui. Achei que, nas horas em que a little O. está a dormir conseguiria ir partilhando bocadinhos dos meus dias. Enganei-me. Passo as manhãs a tentar organizar o que há para organizar em casa. Passo as horas da sesta a fazer o que não consigo quando a nossa pipoca de 6 meses e meio está acordada ou ainda, a tentar descansar um pouco. No dilema constante que é conseguir. Pois já passaram cerca de 20 minutos, o "cucu" desperta e lá se vai a minha sesta. Passo as tardes e/ou manhãs no nosso passeio diário quando o tempo assim o permite.

Agora, terminado o jantar, estamos os dois alapados no sofá, a fazer tempo para a Olivia ir tomar banho, sai esta vontade de escrever. Happy friday everyone! 



segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Dos filmes de Natal que são para sempre

Estes. Que me [nos] dizem tanto, que ficam na memória para toda a vida e que nesta altura do ano sabem sempre bem voltar a ver. 








domingo, 6 de dezembro de 2015

Always something

Esta manhã já vai longa. E hoje não fui acordada pela little O. que dormiu o sono dos justos até às 8 e meia da matina! Nem acredito! Logo hoje!? Uma valente-dor-de-pescoço que se apoderou de mim...Não há posição possível para dormir. Ninguém merece!

Um bom duche quente, uma massagem do M. e um paracetamol e espero estar como nova ao final do dia. 

Bom Domingo.



terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Hello December

Há muito, muuuuuito tempo que não sabia o que era dormir mais de 5 horas seguidas. Nem sei como é que isto aconteceu, mas finalmente as noites começaram a melhorar [desde uns dias para cá]. Aos poucos, é verdade, mas a melhorar bastante. Mesmo bom. 

Os planos que tínhamos para rumar até Southampton no passado fim-de-semana foram adiados devido ao mau tempo que se fazia sentir lá fora.

Por cá já estamos em contagem decrescente para dar e receber os melhores abraços de sempre.



quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Sweet little 6

6 meses. Meio ano. Dá para acreditar? Ainda "ontem" saiu de mim, enrugada e tão frágil, para hoje já me pesar [muito] nos braços, comer sopa e fruta como gente grande. 


terça-feira, 24 de novembro de 2015

Por aqui temos

9 graus com um céu cinzento, já se avista o frio polar e o belo do impermeável forrado a lã é o melhor amigo do homem. Em casa o contrário, só se aguenta a brasa de manga curta. Um país de contrastes, em tudo. 

E eu gosto muito deste país e da diferença que por aqui se vive, mas cada vez tenho mais a certeza que, nada como o nosso Portugal. Ainda que os reconheça para lá de muito organizados e economicamente estáveis. Mas, num mundo perfeito, dava todo o jeito do mundo poder viver em Portugal e ter os British's ali ao lado, do género poder apanhar o metro ou o comboio, ou conduzir uns kms, vá, vir trabalhar e, no fim do dia, regressar ao nosso país à beira mar plantado...Por todas as razões [e são tantas] era ter o melhor dos dois mundos.




domingo, 22 de novembro de 2015

Oh cold Sunday

E aí fomos nós, quentinhos o mais que conseguimos. Com cachecóis, gorros, luvas, casacos e tudo-mais-que-possa-existir. 

Hoje estivemos em modo passeio, feira e primeiras compras de Natal. 

Bom domingo! 









sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Hi friday

A manhã passou a correr e já fiz mil coisas! Passei a ferro parte do monte do Evarest que estava à minha espera, fiz sopa e triturei fruta para a little O., brinquei, mimei, arrumei o quarto, e esperei o M. para almoçar conosco. 

Mais logo, é dia de exercício físico aqui para os meus lados e da habitual ginástica para conseguir encaixar tudo no meio da logística de conciliar a nossa rotina com a da nossa pipoca.

 Boa sexta-feira! 




quinta-feira, 19 de novembro de 2015

A um mês

E os efeitos do frio já se começam a sentir. O quentinho das casas e o aconchego das mantas já fazem parte da nossa rotina.

Assim, e a um mês do nosso Natal em Portugal, esta casa, esta família [este blog] entram em modo Jingle Bell Rock.  


terça-feira, 17 de novembro de 2015

London Guide

Finalmente vou conseguir publicar sobre "uma visita a Londres". Para as próximas visitas à capital Britânica, aqui ficam dicas onde comer, passear, visitar e onde fazer compras tradicionais. O "pernoitar" fica ao critério de cada um. Espero que ajude quem já me pediu e planeia visitar Londres! 



Jamies Italian (Piccadilly)
Dishoom (Shoreditch)
Ye Olde Cheshire Cheese (Temple)
Grenadier (Knight’s Bridge)
KaoSarn (Brixton)
Elephant (Brixton)
The Clove Club (Shoreditch)
Bar Remo (Soho)
Gordon’s Wine Bar (Embankment Stop)
Electric Cinema (Notting Hill)
Muriel’s Cafe (Soho)
Sticks and Sushi (Covent Gardens)
Kettners (Soho)
Elliots (Borough Market)
Duck and Waffle (Liverpool Stop)
Ottolenghi (Soho, Canonbury, and Shoreditch)
The Breakfast Club (Borough Market)
Truscott Arms (Warwick Station)
The Wolseley (Piccadilly)
Le Creperie du Hampstead (Hampstead)
Tuscanic (Shoreditch)
Gelupo (Shoreditch)
Granger & Co (King’s Cross, Clerkenwell, and Notting Hill)
The Modern Pantry (Clerkenwell)
Bourne & Hollingsworth (Tottenham Court Station)
Cookhouse Joe (Soho)
Polpo (Soho)
Counter Albion (Shoreditch)
Little Venice (Warwick)
Rochelle Canteen (Shoreditch)
Dabbous (Fitzrovia)
DuckSoup (Dean Street)
Planet Organic (Bloomsbury)
Lantana Cafe (Bloomsbury)
Yoobi (Soho)
Tokyo Diner (Soho)
Honest Burger (Soho)
Pizza East (Highgate Rd and other locations)
Andina (Shoreditch)
Natural Kitchen (Marylebone)
Roti Chai (Marylebone)
Quality Chop (Clerkenwell)
Serpentine Cafe (Hyde Park)
Cereal Killer Cafe (Shoreditch)
Cornercopia (Brixton)


Big Easy  (Chelsea)
The George (Strand)
Ye Olde Mitre Pub (Barbican)
Black Friars Pub (Barbican)
Lamb and Flag (Covent Garden)
Newman Arms (Soho)
Fernandez and Wells (Mayfair)
El Camion for drinks (Brewer Street)


Federation Coffee (Brixton)
Tap (Soho)
Candella Tea Room (Kensington)
Workshop Coffee (Clerkenwell)
Alchemy Coffee (Temple)
Monocle Cafe (Chiltern Street)
Ace Hotel (Shoreditch)
Ozone Coffee Roasters (Shoreditch)
Monmouth (Borough Market & Neal’s Yard)
Sketch (Mayfair)
Brill Coffee (Exmouth)
St. Katherine Docks (Tower Bridge area)
Kaffeine (Bloomsbury)
Store Street Espresso (Bloomsbury)
Yumchaa (Bloomsbury / George Street Station)
The Orangery (Kensington Palace)



Big Ben (Westminster Station)
Tower Bridge (Tower Hill Station)
Tower of London (Tower Hill Station)
London Bridge (London Bridge Station)
Houses of Parliament (Westminster Station)
Palace of Westminster (Westminster Station)
Westminster Abbey (Westminster Station)
Buckingham Palace (Victoria Underground Station)
Tate Modern (Southwark station)
Victoria & Albert (South Kensington Station)
Royal Academy (Piccadilly Circus Station)
Hayward Gallery (Waterloo Station)
British Museum (Tottenham Court Road)
Natural History Museum (South Kensington Station)
National Portrait Gallery (Charing Cross Station)


Borough Market (London Bridge Station)
Brick Lane Market on Sunday (Shoreditch)
Broadway Market on Saturday (Hackney)
Columbia Road Flower Market (Bethnal Green)
Exmouth Market (Exmouth)
Spitalfield Market on Sunday (South Shoreditch)
Camden Horse Tunnel & Camden Market (Camden Town)
Portobello Market (Ladbroke Grove Station)
Maltby Street Market (Southwark)
Druid Street Market (Southwark)

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Dualidade de sentimentos

É o que se começa a sentir por estas bandas. A minha licença de maternidade termina no final de Janeiro e por cá já se começou na azáfama da procura de uma creche. 

Por um lado sinto-me feliz e motivada com o regresso ao trabalho. Tenho saudades do meu trabalho, das pessoas, da motivação diária, do esforço de correr atrás e não desistir, das muitas horas dedicadas a um projecto e da satisfação pela realização profissional. Por outro lado tenho este peso no peito [e na consciência] de ter de deixar a Olivia numa creche, a início em part-time. O que torna as coisas mais facilitadas, é verdade...Só espero ter sorte com o sítio onde vou deixar a minha pipoca pequenina.



domingo, 8 de novembro de 2015

Preciso de "sopas e descanso"

5 meses e meio e dois dentes. É esta a mãe de tanta rabujisse e de tantas noites mal dormidas...Estou em modo zombei à praticamente um mês.

Preciso de um SPA por tempo indeterminado, de sopas e descanso e da minha mãe [faz-me tanta falta...].

A minha licença termina no final de Janeiro, espero que nestes dois meses e meio as noites melhorem muito. 
Se quando começar a trabalhar tiver noites lindas como estas, de não dormir um caraças um mês seguido? Socorro! :(




sábado, 7 de novembro de 2015

Não nos convidem para pôr o pé fora de casa

Lá fora está o dilúvio perfeito para comer pipocas, beber hot chocolate, ver filmes e não desalapar do sofá. A não ser para ir até ao supermercado.

Bom fim-de-semana.


quinta-feira, 5 de novembro de 2015

5 de Novembro - dia dos foguetes

À precisamente um ano atrás escrevi um post sobre o que é o dia 5 de Novembro. Pois é. Já passou um ano e já se ouvem os foguetes por aqui. 

Para quem não conhece a história, aqui fica o post de 2014: 



segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Monday

Hoje o dia começou às 6h00. Hoje a casa é só nossa, minha e da O. É dia de formação para o M. em Londres, onde vai pernoitar e regressar só amanhã.

Apesar do frio que se faz sentir lá fora, nós vamos aproveitar para ir até Southampton. É Novembro. O espírito natalício já está por cá a algum tempo e as lojas estão cheias de apontamentos de Natal.

E assim vai a vida no UK.




domingo, 1 de novembro de 2015

Novembro

Porque os dias já são mais curtos e as noites bem mais frias e longas.


E só me apetece dizer: já só cheira a castanhas assadas [mas não por aqui, ainda].


Brand New Day

Não há nada que uma boa noite de sono não ajude a repor. Não me lembro há quanto tempo a little O. não nos deixava descansar [como estas duas noites que passaram].

Aí os dentes...Não bastava ter aparecido o primeiro, o segundo também já vem a caminho. E eu, estava completamente exausta. 

Contas feitas: horas de sono repostas [graças também aos turnos que temos feito aos fins de semana], energias renovadas, um pequeno-almoço Mediterrâneo, com croissants mistos , sumo de laranja natural e uma meia de leite. Junte-se a estes ingredientes muitos beijinhos e miminhos na nossa mais-que-tudo e um Domingo de dolce-fare-niente.